Loterias arrecadam 13,8% menos que em 2016, diz Ministério da Fazenda

A Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda explica que a arrecadação das loteriais federais foi afetada pela retração econômica

Diante da retração da atividade econômica, as loterias federais tiveram uma arrecadação 13,8% menor do que o arrecadado em 2015, totalizando R$ 12,8 bilhões, informou a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda.

De acordo com o ministério, R$ 5 bilhões desse valor foram repassados para investimentos, sendo R$ 950 milhões ao Esporte, R$ 2,1 bilhões à Seguridade Social, R$ 1,2 bilhão ao Programa de Financiamento Estudantil do Ensino Superior (Fies), R$ 359 milhões ao Fundo Nacional de Cultura, R$ 385 milhões ao Fundo Penitenciário Nacional e R$ 8,9 milhões à Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e para a Cruz Vermelha.

Outros R$ 6,1 bilhões foram destinados aos cofres do Tesouro Nacional, R$ 1,07 bilhão foram arrecadados diretamente como Imposto de Renda sobre os prêmios pagos.

No entanto, apesar da retração, a arrecadação norminal com as loterias vinha crescendo. Em 2012 foram arrecadados R$ 10,5 bilhões, R$ 11,4 bilhões em 2013, R$ 13,5 bilhões em 2014 e R$ 14,9 bilhões em 2015, informou a Folha de S.Paulo.

News Reporter
Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

Deixe uma resposta