fbpx
Luiza Brunet pediu R$ 100 milhões a ex, diz advogado

Disputa na justila pode ser uma das maiores do País

A colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo informou em sua coluna nesta sexta-feira que os advogados da ex-modelo Luiza Brunet procuraram o escritório de Luiz Kignel, que representa o empresário Lírio Parisotto, seu ex-namorado, para discutir a separação dos dois. A negociação emperrou.

Segundo Kignel, “eles pediram R$ 100 milhões pelo que seria a formação de patrimônio em uma união estável”. O advogado afirma que não fez nem fará contraproposta. “Não houve união estável alguma. O que houve foi um namoro com vários rompimentos inclusive”, afirma.

Kignel e o advogado de Brunet, Pedro Egberto da Fonseca Neto, tiveram três encontros no escritório do representante de Parisotto. “Como nada devemos, nada vamos negociar. Estamos esperando por uma eventual ação dela na Justiça, onde então apresentaremos os fatos”, diz Kignel.

O advogado de Luiza Brunet, que acusa Parisotto de agredi-la com violência, confirma as reuniões. Mas afirma que “não existiu uma conversa nessa profundidade”. Pedro Egberto da Fonseca Neto nega ter falado de valores e diz que discutiram “apenas a existência da união estável”.

Uma eventual disputa na Justiça pode ser uma das maiores do país: Parisotto está entre os 30 empresários mais ricos do Brasil, com fortuna estimada em US$ 1,6 bilhão.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta