fbpx
Lula, o anticristo endeusado – Professor Nazareno

O Brasil decididamente nunca foi um país sério. Não há um único setor em que tenha destaque internacional. Somos a chacota do mundo. Ninguém nos leva a sério. Somos a vergonha do planeta na economia, apesar de figurar entre as dez maiores, somos “um nada” na educação, não temos política externa eficiente, pois somos “um anão diplomático”, não temos a bomba atômica, não temos Forças Armadas decentes e na política, damos aulas de corrupção, de roubalheira e de como não respeitar os cidadãos que pagam impostos. Pior: não sabemos escolher os nossos representantes.

Este ano, as pesquisas dizem que Lula, o “sapo barbudo”, ganhará as eleições se for candidato, apesar do sítio de Atibaia, do tríplex do Guarujá e outros escândalos. Agora em janeiro será julgado em segunda instância e se condenado pode ficar fora do páreo.

Lula foi na política nacional uma das piores desgraças que nos aconteceu. Semianalfabeto, o sindicalista do ABC paulista entrou na política prometendo distribuir as riquezas nacionais entre a população mais carente. Crítico feroz da rica elite do país, o metalúrgico mudou de opinião e para chegar ao poder se aliou covardemente a todos aqueles que criticou. Os seus governos foram uma farsa sem tamanho. Com trânsito livre entre os menos privilegiados, soube como ninguém prometer “mundos e fundos” aos necessitados. Era outra mentira dos petistas: como distribuir a renda dos seus novos e ricos amigos àqueles que os elegeram? Lula se aliou a José Sarney, a Jáder Barbalho, a Antônio Carlos Magalhães, a Collor e a Paulo Maluf, que hoje está preso em Brasília. Pelo poder, o sindicalista virou elite e se deleitou em explorar os pobres pelo país afora.

O eleitor do Lula e do PT de um modo geral é tão simplório e cego que não percebe o mal que eles, os petistas e esquerdistas, também fizeram ao país. Pior do que se unir à elite rica foi a transformação do Estado brasileiro em uma ala do seu partido. O Mensalão explodiu já em 2005 e o Petrolão pouco tempo depois. Além do mais, o PT se uniu às empreiteiras e a seus executivos para dilapidar os cofres da nação.

Hoje, muitos petistas estão atrás das grades ou respondendo a processos na Justiça e na Lava Jato. Não se sabe quanto de dinheiro sujo circulou pelos esgotos clandestinos do PT. Lula não investiu em educação de qualidade muito menos distribuiu riqueza como havia falsamente prometido. O pouco que fez foi só no varejo. E mesmo assim, algumas ações típicas para enganar os babacas que ainda insistem em votar nele e em seu partido.

Os treze anos em que o Partido dos Trabalhadores esteve no poder foram iguais aos outros 504 em que a elite mandou. Os pobres ficaram mais pobres e os ricos mais ricos. É a síndrome da Casa Grande e Senzala. A distribuição de renda é uma promessa só para ganhar o voto dos mais incautos. Lula hoje toma vinhos caros e vive muito melhor do que qualquer metalúrgico. Não entendo por que quer governar de novo o país se já o fez desgraçadamente por duas vezes seguidas sem realizar o que havia afirmado. Lula é corresponsável pelo golpista Michel Temer e por toda esta crise política e econômica que vivemos hoje. A ideologia do PT é só o poder, nada mais. Só os seus seguidores que não conseguem ver. “Os companheiros”, cegos pela ideologia e querendo vingar o golpe sofrido, ao votar nele não veem o mal que vão fazer ao Brasil e ao seu povo. Fato: a esquerda no poder roubou tanto quanto a direita. Credo em cruz!

*É Professor em Porto Velho. (blogdotionaza.blogspot)

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta