Lula retorna a SP após acertar com Dilma sua ida para a Casa Civil; posse deve ser dia 22

Ao final da reunião que selou sua ida para chefia da Casa Civil do governo Dilma Rousseff, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou no início da tarde desta quarta-feira (16) para São Paulo, informaram interlocutores do petista. Até a última atualização desta reportagem, a nomeação oficial de Lula para o primeiro escalão ainda não havia sido oficializada pelo Palácio do Planalto.

O colunista do G1 e da GloboNews Gerson Camarotti informou que, na reunião da manhã desta quarta com Dilma, ficou acertado que o ex-presidente da República substituirá Jaques Wagner na Casa Civil. Já o ex-governador baiano será deslocado para a chefia de gabinete da presidente.

No Twitter, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, anunciou que a cerimônia de posse de Lula na Casa Civil ocorrerá na próxima terça-feira (22). O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), também usou a rede social para confirmar que Lula e Dilma acertaram a entrada do ex-presidente no governo.

Conforme a colunista do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, deverá ser publicada ainda nesta quarta uma edição extra do “Diário Oficial da União” com a nomeação de Lula para a Casa Civil.

Lula desembarcou em Brasília nesta terça (15) e se reuniu com Dilma, Jaques Wagner e o ministro da Secretaria de Governo por cerca de quatro horas e meia no Palácio da Alvorada. Como ainda faltavam alguns detalhes para fechar sobre sua ida para o ministério, Lula combinou o café da manhã desta quarta com Dilma.

Desde as últimas semanas, a própria presidente, auxiliares dela e parlamentares petistas passaram a defender publicamente que Lula assumisse um cargo no governo. O ex-presidente, que deixou Brasília em janeiro de 2011, é visto por integrantes do Planalto como a “salvação” para a articulação política.

Investigações
A possível indicação de Lula para um ministério se dá em meio a investigações conduzidas pela Justiça Federal para apurar se o ex-presidente recebeu vantagens indevidas oriundas do esquema de corrupção da Petrobras.

Ele também é investigado por supostamente ter omitido das autoridades ser o dono de um apartamento triplex em Guarujá (SP) e de um sítio em Atibaia (SP), o que a defesa dele nega.

Em razão das suspeitas, o MP-SP pediu a prisão preventiva de Lula. Nesta segunda (14), a juíza Maria Priscila Oliveira remeteu o pedido ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância.

Se confirmada a nomeação de Lula como ministro, ele passará a ter a prerrogativa do chamado foro privilegiado, e as investigações envolvendo o ex-presidente seriam remetidas ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário