fbpx
Mãe de PM assassinado no RJ passa mal ao reconhecer corpo de filho e morre

Douglas foi morto após ser surpreendido por bandidos durante uma tentativa de assalto quando
estava de folga, segundo a PM

A mãe de um policial militar assassinado na madrugada desta quinta-feira (7), durante uma tentativa de assalto em Duque de Caxias, na região metropolitana do Rio, morreu após reconhecer o corpo do filho, o sargento Douglas Fontes Calute, que era lotado no 15º BPM.

De acordo com a assessoria de imprensa da PM, Maria José Fontes passou mal ao ver o corpo do filho e foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Sarapuí, também em Caxias, mas não resistiu.

Douglas foi morto após ser surpreendido por bandidos durante uma tentativa de assalto quando
estava de folga, segundo a PM.

O policial estava na avenida Rio Branco, em Gramacho, quando homens armados cercaram o veículo dele. Na abordagem, ele foi baleado e morreu no local.

O sargento tinha 35 anos, sendo 12 de corporação. Calute é 54º policial militar morto em situação de violência no Rio neste ano. No ano passado, 134 policiais perderam a vida em decorrência da violência no estado.

Antes de Calute, o subtenente da PM Edemilson de Oliveira, 60, morreu também em uma tentativa de assalto na terça-feira (5).

O policial da reserva estava na avenida Júlio de Amorim Pereira, em Higienópolis, Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, quando também foi cercado por bandidos. Ele reagiu e foi baleado.

O subtenente chegou a ser socorrido para o Hospital Geral de Nova Iguaçu por policiais do 20ºBPM (Mesquita), mas não resistiu.

Fonte: uol

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta