Mãe e filha são diagnosticadas com H1N1 em Vilhena

O setor de epidemiologia de Vilhena (RO), município distante cerca de 700 quilômetros de Porto Velho, confirmou mais dois casos positivos do vírus H1N1. Os exames feitos pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen) foram entregues na última sexta-feira (11). As mulheres são mãe e filha e moram em Comodoro (MT).De acordo com o coordenador municipal de endemias, Paulo Cremasco, as mulheres diagnosticadas são esposa e filha de umhomem de 45 anos que morreu com a gripe no Hospital Regional no dia 7 de junho. Segundo Cremasco, elas já receberam alta da unidade e retornaram para casa e passam bem.O setor informou ainda que o Lacen fez a entrega de 16 exames no total, sendo 14 negativos para a doença.Ao todo, segundo a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), 34 casos haviam sido notificados na cidade. Devido a quantidade de casos em suspeita, o Ministério Público Federal (MPF) de Rondônia ingressou com um inquérito civil para investigar um possível surto da doença. Após pedir um pronunciamento dos órgãos oficiais de saúde, o MPF constatou que o número de casos é idêntico aos de Porto Velho, havendo um número ligeiramente inferior aos casos suspeitos na capital.

Fonte: G1

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário