fbpx
Manaudou desbanca Cielo e bate recorde mundial em Doha

Cesar Cielo sabia que Florent Manaudou, atual campeão olímpico da prova mais rápida da natação, seria o seu principal obstáculo na busca pelo bicampeonato mundial dos 50 m livre em piscina curta. E, de fato, foi. Com domínio absoluto e até certo ponto surpreendente, o francês de 24 anos não só superou o brasileiro, como também faturou o ouro quebrando o recorde mundial da prova. Manaudou anotou 20s26 (melhor tempo da história em piscinas de 25 metros) e ficou à frente do italiano Marco Orsi (20s69) e de César Cielo (20s88), que teve que se contentar com o bronze.

O motivo de ter ficado com a terceira colocação? Cielo não tem dúvidas: “Acho que a minha saída não foi boa. A velocidade não foi legal. O cara nadou muito. Não tem mais o que fazer, não”, disse o ídolo brasileiro. “Veio mais uma medalha, mas não da cor que eu queria”, acrescentou.

De fato: Cielo faturou mais uma condecoração em Campeonatos Mundiais para a sua galeria. Foi a sétima só em piscina curta (veja na tabela abaixo). Ele foi prata no 4×100 m livre em 2004, ouro nos 50 m e 100 m livre e bronze nos 4×100 m livre e 4×100 m medley em 2010, e, na atual edição do torneio, em Doha, já faturou o ouro nos 4×50 m medley e, agora, o bronze nos 50 m livre. Já em piscinas olímpicas, Cielo tem seis títulos mundiais (três nos 50m livre, dois nos 50 m borboleta e um nos 100 m livre).

O brasileiro ainda nada as provas de 100m livres e dos 4×100 medley na sequência do Mundial. Porém, carregará o mesmo “fardo” dos Jogos Olímpicos de Londres, quando perdeu o ouro para Florent Manaudou nos 50 m livre e ficou apenas com o bronze.

“A gente está super nervoso, mas não foi do jeito que eu queria. Já foi, agora é pensar na próxima prova e tentar nadar melhor. Vamos analisar melhor a prova, dar uma relaxada e tentar pensar positivo. Vamos ver como vai sair o 100m livres, temos o 4×100 medley ainda. Enfim, vamos ver como vou nadar as próximas provas”, decretou Cielo.

Fonte: TERRA

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta