Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Manifestantes expulsam membros de sindicato e dizem que eles não representam a categoria

0

Na tarde desta terça-feira, 10, por volta das 15h30, em Vilhena, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Rondônia (SINTTRAR) foram expulsos pelos motoristas e integrantes da manifestação de caminhoneiros que vem sendo realizada desde a quinta-feira, 5 de fevereiro, na cidade.

Os representantes da agremiação vieram de Porto Velho exclusivamente para participar da movimentação. Esta é a segunda vez que os participantes do movimento retiram os sindicalistas do local.

Segundo alguns motoristas a decisão de retirar o sindicato da manifestação foi tomada porque os representantes do SINTTRAR tentaram inserir na pauta de reivindicação dos manifestantes o reajuste salarial dos caminhoneiros, proposta essa totalmente fora das exigências. O que o movimento almeja é a redução no preço do combustível e o aumento do valor do frete.

CARREATA FOI INVENÇÃO DO SINTTRAR

Alguns caminhoneiros que estavam no local explicaram que a ideia de realizar uma carreata pela cidade partiu dos representantes do sindicato, e foi divulgada sem a autorização dos líderes do movimento. A imprensa fora informada que os manifestantes percorreriam as principais ruas e avenidas do município com os veículos para chamar a atenção das pessoas quanto às suas reivindicações.

Os caminhoneiros pediram para que os representantes do SINTTRAR se retirassem da paralisação porque perceberam que eles estavam tentando promover um racha entre patrões e empregados.

A paralisação dos caminhoneiros em Vilhena continua por tempo indeterminado.

Fonte: Extra de Rondônia

Comentários
Carregando