Manifestantes voltam às ruas e ameaçam greve geral em caso de impeachment

O ato vai acontecer simultaneamente em onze capitais do país a partir das 15h

Partidos e movimentos que integram a Frente Brasil Popular voltam a realizar atos de manifestação nesta terça-feira (9), devido à votação do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT), no Senado.

De acordo com o Leia Já, parte da Jornada Nacional de Mobilização Contra o Golpe e em Defesa da Democracia e os militantes do partido voltaram às ruas para pedir “Não ao Golpe”, “Fora Temer” e “Nenhum Direito a Menos”.

O ato vai acontecer simultaneamente em onze capitais do país a partir das 15h.

Caso o Plenário do Senado aprove a recomendação do relator Antônio Anastasia (PSDB-MG) para que a petista tenha o mandato destituído, a intenção dos movimentos e sindicatos é criar uma greve geral no país.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta