fbpx
Mansão de ex-senador em área pública é invadida por moradores de rua

Justiça determinou derrubada do muro que cercava o imóvel e liberou o espaço, que conta com três campos de futebol, heliponto, piscina, banheira de hidromassagem na varanda de um dos quartos e churrasqueira

A mansão do ex-senador Valmir Amaral, que segundo a Justiça foi construída em área pública, em um bairro nobre de Brasília, na beira do lago Paranoá, foi invadida por moradores de rua e também virou alvo de ladrões.

O muro que cercava o imóvel, com três campos de futebol, estacionamento, heliponto, piscina, banheira de hidromassagem na varanda de um dos quartos e churrasqueira, foi derrubado pela Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis), durante cumprimento de mandato judicial, e a área liberada.

Segundo informações do portal G1, dois dias depois, o ex-senador e a mãe dele, que viviam na casa, saíram do local, mas deixaram tudo e continuam brigando por ele na Justiça.

Enquanto isso, a antiga churrasqueira agora serve de abrigo para sem-teto, o deck onde as lanchas do político eram estacionadas virou ponto de pescaria, a fiação, móveis e equipamentos eletrônicos de dentro da residência foram roubados, e a piscina virou ponto de lazer para desconhecidos.

O Tribunal de Justiça queria leiloar a casa no ano passado para pagar dívidas trabalhistas das empresas de Valmir Amaral. O lance inicial estava em R$ 15 milhões. Mas como metade da casa está em nome do pai do empresário, que já faleceu, os advogados conseguiram, pelo menos por enquanto, suspender o leilão.

O advogado do ex-senador nega que a casa esteja abandonada e diz que as invasões aconteceram depois que foram retiradas as cercas de proteção.

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta