fbpx
Maradona é acusado de tentativa de estupro por repórter

Com Ronaldo Fenômeno, craque argentino participou da premiação da final da Copa das Confederações

Junto com Ronaldo Fenômeno, Diego Maradona foi um dos convidados da Fifa na premiação da Copa das Confederações, neste domingo, 2, em São Petersburgo. Mas a estadia da lenda argentina na cidade contou com um episódio polêmico e que deverá ganhar novos capítulos nos próximos dias.

De acordo com matéria publicada no site da emissora russa Life, Maradona foi acusado de tentar assediar uma mulher em seu quarto de hotel, na madrugada de domingo para segunda, 3.

Ekaterina Nadolskaya, que se identificou como jornalista, teria conhecido o ex-jogador no restaurante do hotel e subido ao quarto dele com o objetivo de entrevistá-lo. Em um determinado momento, o “Pibe” teria tentado tirar seu vestido e ainda oferecido 500 euros (R$ 1,880). A moça protestou e foi retirada do quarto pelos seguranças, mas disse que apenas deixaria o lugar com a polícia.

Jornalistas do GloboEsporte.com presenciaram o momento em que Ekaterina deixou o hotel acompanhada por três seguranças e um policial.

Em um vídeo gravado no corredor do hotel, Ekaterina explicou a situação. “Eu estava no quarto dele e simplesmente chamou a segurança, que me levantou e botou neste sofá. Quero saber por que me tiraram do quarto. Eu não entendi o que aconteceu. Eu disse que só vou sair daqui com polícia. Eu disse para ele que ia chamar a polícia, ele disse que ia chamar a segurança então. Chegou o agente dele e chamou a segurança. O segurança chegou e me tirou do quarto e me colocou nesse sofá. Ele tentou mexer comigo, por que eu não posso chamar polícia? Chegou o agente dele, começou a falar grosso comigo, jogou meu telefone no chão. Eu fiquei com medo. No quarto dele ainda tem minhas coisas, não deu tempo de arrumar a minha bolsa. Peçam para ele devolver minhas coisas”, conforme tradução citada pelo GloboEsporte.com.

EsporteFera

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta