Marido de deputada e irmão de prefeito foram presos nesta quinta-feira

A operação realizada pelo Ministério Público e Polícia Civil resultou na prisão de sete ex-deputados estaduais

Rondônia amanheceu nesta quinta-feira com a notícia da prisão de 7 ex-parlamentares que haviam sido condenados em segundo grau pelo Tribunal de Justiça de Rondônia e recorriam, em liberdade, das sentenças. Com o novo entendimento do Supremo Tribunal Federal que autoriza a prisão nesses casos, o desembargador Eurico Montenegro, decano do Tribunal expediu mandados de prisão para os condenados.

Marcos Donadon teria conseguido um perdão, mas agora volta para a cadeia
Marcos Donadon teria conseguido um perdão, mas agora volta para a cadeia

Entre os presos está o ex-deputado Daniel Neri, marido da deputada estadual Glaucione, de Cacoal que também é pré-candidata à prefeita daquela cidade.

Além dele, foram expedidos mandados de prisão para os ex-deputados Kaká Mendonça, Ronilton Capixaba, Amarildo Almeida, Haroldo Santos, Ellen Ruth e Carlão de Oliveira, além do ex-secretário geral da Assembleia Moisés Oliveira e o ex-deputado, que já cumpre pena por outra condenação, Marcos Donadon. Também havia mandado de prisão para o ex-deputado Emílio Paulista, mas ele faleceu.

O ex-deputado Marcos Donadon, que todos acreditavam estar usando uma tornozeleira, informou através de seus advogados que ele conseguiu um indulto no final do ano passado e com isso estava livre da pena. Ele ainda não foi localizado e é considerado foragido. Também estão sendo procurados Amarildo Almeida e Carlão de Oliveira, este último era presidente da Assembleia na época dos fatos que culminaram com a prisão de todos.

Ex-deputado estadual Daniel Neri é marido da deputada Glaucione
Ex-deputado estadual Daniel Neri é marido da deputada Glaucione

Prisões prejudicam Glaucione e Jean Mendonça

A prisão de Daniel Neri e Kaká Mendonça vão prejudicar as campanhas eleitorais de Glaucione e Jean Mendonça. Neri é um dos principais articulares da campanha da parlamentar á prefeitura de Cacoal e com sua ausência a equipe fica desfalcada. Além do mais, seu marido foi condenado a 8 anos 2 meses e 232 dias/multa pelos crimes de formação de quadrilha e concussão. Explicar isso não é fácil.

Já Kaká Mendonça vai atrapalhar ainda mais a reeleição de seu irmão Jean Mendonça em Pimenta Bueno. A gestão dele já é considerada uma das piores da história da cidade, marcada por denúncias e pela paralisia. Kaká é o mais articulado da família, e responsável pela captação de votos para Jean, que foi eleito graças ao irmão. Sem Kaká para ajudar, Jean vai ter dificuldades enormes para ser reeleito.

Veja a dosimetria das penas e os crimes pelos quais foram condenados

CARLÃO DE OLIVEIRA – Formação de quadrilha, concussão e corrupção passiva – 17 anos e 11 meses – 528 dias-multa. Regime – Fechado

AMARILDO ALMEIDA – Formação de quadrilha, concussão e corrupção passiva – 17 anos e 6 meses – 509 dias-multa. Regime – Fechado

EMÍLIO PAULISTA – Formação de quadrilha e concussão – 9 anos – 272 dias-multa. Regime – Fechado

JOÃO DA MULETA – Formação de quadrilha e concussão – 8 anos e 4 meses e 15 dias – 248 dias-multa. Regime – Fechado

HAROLDO SANTOS – Formação de quadrilha e concussão – 6 anos – 182 dias-multa. Regime – Semi-Aberto

RONILTON CAPIXABA – Formação de quadrilha e concussão – 10 anos – 316 dias-multa. Regime – Fechado

DANIEL NERI DE OLIVEIRA – Formação de quadrilha e concussão – 8 anos e 2 meses – 238 dias-multa. Regime – Fechado

ELLEN RUTH CATANHEDE SALLES ROSA – Formação de quadrilha e concussão – 9 anos e 2 meses – 282 dias-multa. Regime – Fechado

KAKÁ MENDONÇA – Formação de quadrilha e concussão – 8 anos e 4 meses e 15 dias – 248 dias-multa. Regime – Fechado

MOISÉS JOSÉ RIBEIRO DE OLIVEIRA – Formação de quadrilha, concussão e corrupção passiva – 8 anos e 7 meses – 242 dias-multa. Regime – Fechado

 

Momento da prisão do ex-deputado Kaká Mendonça
Momento da prisão do ex-deputado Kaká Mendonça
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário