Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Mau tempo é a causa provável da queda de avião no Mali; mortos sobem para 118

0

O mau tempo foi, possivelmente, o motivo para a queda do avião da Air Algérie ontem, no Mali, segundo informaram nesta sexta-feira (25) autoridades francesas.

“Há teorias, especialmente o tempo, mas nós não estamos excluindo nenhuma teoria”, disse o presidente francês François Hollande.

O número de pessoas a bordo do voo AH5017, a maioria de nacionalidade francesa, foi revisado pela Direção Geral da Aviação Civil e aumentou de 116 para 118 (112 passageiros e 6 tripulantes), todas mortas no acidente, conforme anunciado por Hollande.

“Soldados franceses que estão na área começaram a investigação. Infelizmente não há sobreviventes”, disse Hollande a jornalistas.

O presidente declarou que uma das caixas-pretas do McDonnell Douglas MD-83 já havia sido encontrada e seria rapidamente analisada.

“Os destroços do avião estão concentrados em uma área pequena, mas ainda é muito cedo para tirar conclusões”, afirmou o presidente.

Em entrevista coletiva realizada hoje, o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, afirmou que são 54 os cidadãos franceses entre as vítimas.

“Esse drama atinge 118 pessoas, das quais 54 franceses, incluindo os de dupla nacionalidade”, disse o ministro, segundo informações do jornal “Le Monde”.

“Todas as famílias foram contactadas pessoalmente. Uma reunião com informações completas será realizada amanhã com essas famílias, no início da tarde. (…) Tudo deve ser feito para que os corpos das vítimas possam ser entregues o mais rapidamente possível a seus parentes”, afirmou Fabius.mapa-mostra-rota-de-aviao-da-air-algerie-que-desapareceu-dos-radares-nesta-quinta-feira-24-com-116-pessoas-bordo-quando-ia-de-burkina-fasso-para-a-argelia-no-voo-ah5017-1406211478939_615x300

Partes do MD-83 foram localizadas ontem por um avião teleguiado das forças francesas presentes no Mali, que se deslocaram por terra até o ponto onde aconteceu a queda.

As equipes de resgate no local do desastre, no norte do país, concluíram que a aeronave se partiu assim que atingiu o solo, o que indica ser improvável que ela tenha sido derrubada em um atentado.

As companhias aéreas Air Algérie e da espanhola Swiftair (dona do avião) perderam contato com o AH5017 cerca de 50 minutos após sua decolagem. O MD-83 saiu de Uagadugu, capital de Burkina Fasso, com direção a Argel, capital da Argélia, aonde nunca chegou.

Quando sobrevoava o Mali, localizado entre os dois países, o piloto teria pedido para fazer uma mudança de rota por causa de fortes ventos e chuva naquela região; esse foi o último contato feito por ele.

Além de 51 franceses e da tripulação espanhola, também estavam no voo passageiros de: Burkina Fasso, Líbano, Canadá, Argélia, Alemanha, Luxemburgo, Suíça, Bélgica, Ucrânia, Egito, Nigéria, Camarões e Mali. (Com agências internacionais).

Fonte: uol

Comentários
Carregando