fbpx
Maurão apoia e incentiva o aumento da produção de café no Estado

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), participou durante o final de semana, em Ministro Andreazza, do Dia de Campo sobre a Tecnificação da Cafeicultura. A programação, realizada sob responsabilidade do escritório da Emater no município, reuniu centenas produtores, que tiveram a oportunidade de conhecer a importância da tecnologia aplicada à lavoura cafeeira.

“O incentivo à produção garante empregos diretos e indiretos, aumento da renda ao produtor e, consequentemente, da arrecadação do Estado”, disse o deputado Maurão.

Motivados pela boa fase da lavoura e pelas notícias de melhoria da produtividade do café, através do uso de tecnologias modernas, os produtores se reuniram na propriedade do agricultor José Maria França, na Linha 03, para participar do Dia de Campo.

“A qualidade do café, aliada ao aumento da produção, é um incremento para alavancar ainda mais a economia do agronegócio em nosso Estado. Vamos trabalhar para, em união com a bancada estadual, disponibilizar recursos de emenda coletiva a serem aplicados exclusivamente no aumento da produção do café nos municípios”, afirmou Maurão.

O Dia de Campo, coordenado pela Emater, é um programa do governo do Estado, realizado em Ministro Andreazza em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente (Semagri), prefeitura, Organização das Cooperativas do Brasil em Rondônia (OCB) e iniciativa privada.

O objetivo é orientar a revitalização da lavoura cafeeira e a dinamização da cafeicultura no município, despertando a atenção para o uso de tecnologias como adubação química, orgânica e cuidados com a qualidade do produto.

Ministro Andreazza é um grande produtor de café clonal. Vários produtores colhem 100 sacas de café clonal por hectare, 25% acima da média de produtividade, que é de 70 a 80 sacas, se destacando pela sua qualidade e pelos bons preços atingidos no mercado.

O prefeito Neuri Persh (PTB) explicou que o município resgatou sua potencialidade para a cultura cafeeira através do café clonal, que beneficia diretamente 200 propriedades familiares e indiretamente 1.200 famílias de agricultores.

Visita

Maurão de Carvalho visitou, ainda, a empresa Borghi Comércio de Café e Cereais, em Ministro Andreazza, responsável pela exportação só em 2015 de 240 mil sacas de café. Este ano, até agora, foram exportadas 50 mil sacas.

A empresa emprega tecnologia avançada. “Os irmãos Rodrigo e Rogério Borghi, através do café, ampliam a economia do Estado. Eles têm oito secadores. Compram e comercializam o café de quase todo Estado, comprovando que o agronegócio é a mola mestra da economia de Rondônia”, disse Maurão.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta