Maurão de Carvalho defende credenciamento do Hospital de Câncer da Amazônia

 

Em mais uma mobilização em defesa do credenciamento como Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), para o Hospital de Câncer da Amazônia, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), se reuniu nesta segunda-feira (4) com o governador Confúcio Moura (PMDB) para tratar do assunto, acompanhado do presidente da Fundação Pio XII, Henrique Prata.

“Há esta necessidade de credenciamento e estamos solicitando que o Governo acelere esse processo, para que quando a obra do Hospital de Câncer for concluída, já possa estar apta a iniciar o tratamento dos pacientes”, explicou Maurão.

Prata anunciou que decidiu trazer para a unidade em construção o acelerador de cobalto, aparelho que faz tratamento de radioterapia nos pacientes com câncer.

“Com essa medida, esperamos acelerar o processo de credenciamento junto ao Sistema Único de Saúde (SUS), permitindo que, tão logo as obras sejam concluídas, possamos iniciar o tratamento médio de até 100 pessoas ao dia”, explicou Prata, que estava acompanhado do diretor da unidade do Hospital de Câncer de Barretos em Porto Velho, Jean Negreiros.

O governador se mostrou sensível ao pleito e assegurou que vai determinar à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), que proceda as ações necessárias ao credenciamento. “É uma obra importante para a região e o Governo vai fazer a sua parte, como sempre tem feito”, garantiu.

Liberação de emenda

No encontro, o presidente da Assembleia aproveitou para mostrar ao governador a necessidade da liberação da emenda coletiva dos deputados estaduais, de R$ 10 milhões, para as obras no novo hospital. “Com este recurso, a continuidade da obra do Hospital de Câncer da Amazônia está garantida. A liberação dos R$ 10 milhões de forma parcelada vai permitir que os serviços não sejam interrompidos”, disse Maurão.

Confúcio se comprometeu a destinar os recursos, atendendo à emenda coletiva, para que as obras sejam continuadas. “De nossa parte, queremos que a obra siga seu cronograma normal e vamos trabalhar para que isso ocorra”.

News Reporter
Muryllo F. Bastos é advogado, editor do site e Painel Político. Natural de Vilhena.

Deixe uma resposta