Legislativo

Maurão de Carvalho pede prioridade ao governador para ajudar Cacoal

Maurão de Carvalho pede prioridade ao governador para ajudar Cacoal

Confúcio Moura sinalizou com grande operação para recuperar e melhorar ruas da cidade

Após ter percorrido ruas e avenidas de alguns bairros de Cacoal e conversado com a prefeita Glaucione Rodrigues (PMDB) e vereadores, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), se reuniu nesta quarta-feira (17), com o governador Confúcio Moura (PMDB) e pediu prioridade no apoio ao município.

Do encontro, no gabinete do chefe do Executivo, no Palácio Rio Madeira, também participaram o chefe da Casa Civil, Emerson Castro e o diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagens (DER).

“Percorri alguns bairros e pude constatar a situação precária das ruas. É muito asfalto esburacado, ruas de terras que foram tomadas por crateras e outros problemas. Como assumi um compromisso com a prefeita Glaucione e com a população de Cacoal, estou aqui reafirmando a urgência em fazermos um grande trabalho em parceria, para melhorar a Capital do Café”, explicou Maurão.

O governador reforçou o seu compromisso com a cidade, determinando que o DER programe uma ampla operação de limpeza, melhorias de ruas e tapa-buracos, prevista para o início do mês de junho.

“Sem dúvidas, Cacoal é uma das cidades que precisa de mais urgência nesse trabalho. Vamos fazer uma grande operação, para apoiar a prefeitura, melhorar as ruas e dar um novo aspecto, com a população beneficiada”, disse o governador.

Neiva declarou que o DER tem se desdobrado para a manutenção de 1.500 quilômetros de asfalto de sua responsabilidade, além de mais 12,8 mil km de estradas vicinais. “Além disso, ainda apoiamos os municípios, tanto na recuperação de estradas vicinais quanto em melhorias no asfalto e na limpeza das cidades”, afirmou.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article PSDB pode entregar cargos no governo Temer
Previous article Ação Popular suspende contratação milionária pela Caerd; juíza vê indícios de superfaturamento

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta