fbpx
Maurão de Carvalho volta a defender redução da tarifa de energia

Em entrevista, presidente da Assembleia diz que Estado produz energia e não pode ter tarifa com bandeira vermelha

 

Durante entrevista na manhã desta quinta-feira (27) a uma emissora de rádio na capital, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), voltou a criticar a alta tarifa da energia cobrada dos rondonienses.

Para o parlamentar, é inaceitável que Rondônia produza energia que ajuda no crescimento do país, exportando pelo menos 90% da eletricidade que gera, e o consumidor pagar um preço tão alto.

“Não podemos ter uma tarifa tão cara, inclusive sendo acrescida com a bandeira vermelha, que aumenta o valor da energia. Isso deveria ser aplicado apenas para quem não produz energia elétrica, mas Rondônia produz de sobra e o usuário não pode ser penalizado com mais esse reajuste”, defendeu.

Ele assegurou ainda que, enquanto não for corrigida esta distorção, a Assembleia vai negar a aprovação de qualquer benefício ou liberação para o setor energético, que dependa de autorização do Parlamento.

Durante o programa, ele respondeu às perguntas dos ouvintes e comentou sobre o momento econômico do país. “Rondônia é um dos poucos Estados que não está no vermelho. Na Assembleia, temos promovido ajustes e cortado despesas. Inclusive, estamos com as obras de construção do novo prédio sede do Legislativo”, completou.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta