fbpx
Maurão viabiliza 200 km de recuperação de estradas vicinais

 

Moradores da região de Vila Nova Samuel, no município de Candeias do Jamari, receberam a confirmação nesta terça-feira (8) de que as máquinas do Departamento de Estradas, Rodagens, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) vão começar o trabalho de recuperação dos cerca de 200 quilômetros de estradas vicinais na localidade, na quarta-feira (9).

O presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, Lazinho da Fetagro e o diretor geral do DER se reuniram com moradores da Vila e asseguraram o benefício. Outras demandas da região foram apresentadas, como a ampliação na energia elétrica, eletrificação rural, transporte escolar e melhorias nas escolas, com a implantação do ensino médio.

“Recebemos uma comissão de moradores na Assembleia e encaminhamos o pedido ao DER, que está agora nos atendendo, assegurando a melhoria dos cerca de 200 quilômetros de vicinais”, disse Maurão. De acordo com o parlamentar, as máquinas começam já nesta quarta a realizar os trabalhos. “A recuperação deve começar pelos pontos mais críticos, fazendo um serviço de patrolamento e encascalhamento, para garantir que o tráfego ocorra normalmente, inclusive durante o inverno”, destacou.

O Deputado Lazinho, que estava presente, destacou que na região existem famílias assentadas e que estão impedidas de escoarem a produção, por falta de estradas. “Estrada é fundamental para que as famílias possam retirar a produção e comercializá-la”, completou.

Crianças sem aula

De acordo com moradores, pelo menos 140 crianças estão fora da sala de aula por falta de transporte escolar. Muitas famílias precisam deixar os filhos na cidade, na casa de parentes, para estudarem.

O agricultor Jobes Garcia, 59 anos, que reside há dois anos num projeto de assentamento do Incra, na linha 25, distante cerca de 40 quilômetros da Vila, relata que o neto mora em Candeias do Jamari para poder estudar. “Não tem estrada e o ônibus escolar não passa. Para não perder o ano, ele foi morar em Candeias, com parentes e a cada 15 dias eu vou à cidade, para vê-lo”, relata.

Elzeli Batista, 43 anos, mora há dez anos na linha 25 e os três filhos dela estão em Candeias para estudar. “Sem transporte e sem o ensino médio em Vila Nova Samuel, eles foram para a cidade. É difícil, pois ficamos longe deles.

Mas, pior é quem não tem como mandar os filhos para estudar em Candeias e as crianças ficam sem aula”, contou ela.

A linha 25 não tem energia elétrica e os moradores aguardam pelo programa Luz para Todos. “Não planto muita coisa e nem posso aumentar minha produção, pois não tenho estrada para escoar os produtos. Agora, vai nos ajudar e estimular a produzir mais”, comentou o agricultor Jobes.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta