Médicos realizam reunião e podem deflagrar greve municipal

Nesta segunda feira (14), foi realizado na sede do Simero uma reunião com representantes dos médicos servidores da prefeitura de Porto Velho e que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), nas Unidades Básicas, nas UPAs e no Programa de Saúde da Família. 

O objetivo da reunião foi discutir a defasagem salarial, a falta de medicamentos, a sobrecarga de trabalho por falta de profissionais e a necessidade de concurso público. “Precisamos movimentar os profissionais da área para que possamos dar um rumo positivo no sentido de solucionar estes problemas que se arrastam por anos”, destacou o representante sindical da categoria médica, Dr. Willian Paschoalim. 

Outro ponto de destaque discutido foi a dificuldade em se receber os plantões extras trabalhados. “Trabalhamos por amor, mas nos sacrificamos com plantões extras e assim ocupamos um lugar que poderia ser de um novo profissional contratado, no entanto se trabalhamos, precisamos receber”, afirmou Paschoalim. 

Um novo encontro será realizado em breve após a reunião com a administração municipal para a discussão dos problemas da saúde pública portovelhense e dependendo do resultado poderá ser deflagrado o estado de mobilização da classe. 

Segundo Willian Paschoalim, não só os médicos, mas também as outras categorias da saúde municipal e estadual enfrentam muitas dificuldades no trabalho e estão insatisfeitos.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília