fbpx
Menina fica com cicatrizes permanentes após fazer tatuagem de henna

Após fazer uma tatuagem de henna em uma viagem ao Egito, uma menina de 7 anos sofreu uma reação química que causou graves queimaduras em seu braço. O caso foi tão sério que Madison Gulliver ficou com cicatrizes permanentes.

De acordo com o Daily Mail, a criança, que é britânica, estava passeando com a família em um hotel quatro estrelas na cidade turística de Hurghada, onde foi feita a tatuagem. Ao retornarem à Inglaterra, o braço da garota começou a coçar, sendo tomando por bolhas que ficaram no lugar do desenho.

Madison foi levada a um hospital especializado em queimaduras, onde os médicos informaram que, para diminuir os impactos das marcas, ela precisaria usar uma ligadura de pressão por, pelo menos, seis meses. Ao portal, o pai da menina, Martin, afirmou que a equipe ficou “chocada” ao descobrir o nível de PH nas bolhas, o que indicou uma queimadura química.

“Eles decidiram tratar a pele removendo as bolhas, para que pudessem acessar a pele queimada por baixo. Eles pensaram que poderiam absorver as bolhas e esfregá-las, mas isso não foi possível porque elas eram tão espessas que tiveram que cortá-las”, contou. Para ele, houve falha do hotel Fort Arabesque Resort, Spa & Villas.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta