Mensagem em árabe faz iPhone reiniciar sozinho

Mensagem enviada de iPhones e Androids para outro iPhone reinicia o aparelho sozinho ou provoca o travamento do app

Um novo bug no iOS surgiu nesta semana. Uma mensagem que combina palavras em inglês com caracteres em árabe e simbolos faz o iOS, sistema que roda nos smartphones da Apple, reiniciar o iPhone segundos após recebê-la. E, segundo relatos de usuários e de sites especializados como 9to5mac, o bug acontece sendo a mensagem enviada de um outro iPhone ou mesmo de um aparelho Android.

Mensagem com caracteres em árabe trava o aplicativo de mensagens e, quando a tela está bloqueada, faz o iPhone reiniciar sozinho
Mensagem com caracteres em árabe trava o aplicativo de mensagens e, quando a tela está bloqueada, faz o iPhone reiniciar sozinho

O bug só funciona quando o iPhone está com a tela bloqueada. Quando o usuário está usando o aparelho, a mensagem maliciosa apenas trava o aplicativo de mensagens.

Os primeiros relatos surgiram no Reddit. O usuário que postou a informação inclusive voltou ao fórum para dizer que a falha ocorre devido à forma com que as notificações processam o texto Unicode, o sistema de caracteres do iOS. O banner tenta rapidamente apresentar o texto recebido e, ao não conseguir, desiste, daí o travamento, explicou o usuário sickestdancer98 em um dos tópicos.

A Apple entrou em contato com alguns sites e explicou como resolver o problema e não ser vítima de amigos e conhecidos que possam ficar brincando com o bug.

A primeira é mandar uma mensagem para a pessoa que enviou o texto malicioso, anulando sua eficácia, seja escrevendo, seja via Siri, ou ainda a partir do aplicativo de mensagens do Mac. Enviar um foto por meio do aplicativo Photos também permite ao usuário apagar o histórico do aplicativo de mensagens e, desta forma, quebrar a sequência de mensagens maliciosas.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário