Mergulhador morre durante serviço de reparo em cabos do Porto Flutuante, na capital

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Peritos do IML removeram na tarde desta quarta-feira (18), o corpo do mergulhador profissional Airton de Castro Melo Júnior, que morreu durante um mergulho para realizar reparos em cabos de aço que sustentam o porto flutuante do Cai N´água, em Porto Velho.

Segundo relatos de testemunhas á polícia o profissional desceu a uma profundidade de 25 metros e como demorou a retornar, a equipe do porto decidiu puxa-lo por meio da mangueira de oxigênio.

Quando o mergulhador foi retirado de dentro dágua, ele já estava sem os sinais vitais e apresentava um ferimento no lado esquerdo do rosto, que sangrava.

No local ninguém soube informar com precisão o motivo da morte. O mergulhador era natural de Manaus e o serviço e foi contratado para fazer um serviço extra no porto. A necropsia deve indicar a causa da morte.

Rondoniaovivo

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta