fbpx
Ministério Público de Contas vê falhas nas finanças da Assembleia Legislativa de SP

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) tem de se explicar. Um relatório do Ministério Público de Contas de São Paulo, concluído em 27 de maio, identificou falhas na prestação de contas do exercício de 2015 do Legislativo paulista, então presidido por Fernando Capez (PSDB).

No entendimento do órgão, por sua “gravidade”, as falhas apontadas “podem culminar no julgamento de irregularidade” das finanças da Casa, a depender do julgamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Uma delas é o pagamento da gratificação especial de desempenho. Trata-se de um bônus a servidores, que chega a R$ 5.200 mensais e não se baseia em nenhuma avaliação objetiva, diz o texto da procuradora Élida Graziano.

Em 2015, 295 funcionários recebiam esse bônus. Há quem tenha ganhado aumento de 100% três vezes em um mesmo ano, segundo a Promotoria. A gratificação é investigada em um inquérito em andamento no Ministério Público paulista desde 2013.

Fonte: Folha de S. Paulo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta