Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Ministra, ex-advogada de Dilma faz ratificação em compra de imóvel de 3,18 para 5,1 milhões

0

Luciana Lóssio, ministra do TSE havia declarado compra por R$ 3,1 e após divulgação de contrato, ratificou valor

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral Luciana Lóssio, que advogou para a presidente afastada Dilma Rousseff comprou ano passado uma cobertura em Brasília (DF) e declarou ter pago R$ 3,18 milhões. O contrato veio à público pelo blog O Antagonista que afirmou na época que o valor do imóvel estava bem abaixo dos preços de mercado.

A compra foi feita durante a campanha de reeleição de Dilma Rousseff, segundo o Antagonista. Nesta quarta-feira, o blog revelou que Lóssio fez aditamentos à matrícula do imóvel, modificando o valor e a data da compra, e envolvendo outras pessoas no negócio.

O aditamento, para corrigir “omissão” de informações, foi feito em 3 de março passado e levado a registro em 23 de maio.

As novas informações prestadas por Luciana Lóssio indicam que ela não comprou a cobertura diretamente da incorporadora. Primeiro, o imóvel foi adquirido pelo advogado Paulo Sérgio Cunha e sua mulher Carolina de Mello Tavares Silva Cunha. Depois, foi repassado ao ex-delegado da Polícia Civil Antonio Coelho Sampaio e sua mulher Cleunilda Ferreira Sampaio.

As duas operações de compra e venda, estranhamente, tiveram o mesmo valor de R$ 3,18 milhões – o mesmo valor declarado inicialmente por Luciana.

Com o aditamento, a ministra alega que, na verdade, adquiriu a cobertura por R$ 5,1 milhões e não uma semana antes da reeleição de Dilma, mas quase um ano antes: em 22 de outubro de 2013.

Comentários
Carregando