Ministro da Agricultura entrega cargo, mas Temer não aceita

Blairo Maggi estaria incomodado com sua inclusão na lista de investigados da Operação Lava Jato, pelas delações da Odebrecht.

Incomodado por integrar a lista de investigados da Operação Lava Jato, pelas delações da Odebrecht, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, procurou o presidente Michel Temer para colocar seu cargo à disposição. O chefe do Executivo nacional, porém, recusou o pedido, sob justificativa de que confiava na inocência e capacidade de Maggi, que aceitou continuar na liderança da pasta.

Blairo Maggi se considera injustiçado pela acusação e quis deixar o presidente à vontade, abrindo mão do posto.

Na delação, o chefe da Agricultura é acusado de receber R$ 12 milhões da Odebrecht na campanha para o governo de Mato Grosso, em 2006. Ele nega as acusações.

As informações são da coluna dos jornalistas Andreza Matais e Marcelo de Moraes no jornal O Estado de S. Paulo.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta