• Homepage
  • >
  • Brasil
  • >
  • Ministro Edson Fachin retira sigilo de delação da JBS

Ministro Edson Fachin retira sigilo de delação da JBS

No STF, Fachin vota contra revisão da delação da JBS

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu levantar o sigilo da delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista, e outros seis executivos da empresa. Os despachos do ministro já foram encaminhados à Secretaria Judiciária do STF.

Existe a expectativa de que parte do conteúdo da delação seja divulgada ainda nesta quinta-feira (18/7). Até a publicação deste texto, a reportagem não obteve informações se todo o sigilo da delação foi retirado ou se apenas uma parte dela será tornada pública.

Em sinal de deferência aos colegas da Corte, Fachin encaminhou aos demais ministros do STF suas decisões tomadas no âmbito da delação da JBS. A postura foi vista no tribunal como um gesto de “cortesia”.

“A publicidade, de regra, é a tônica da administração pública, é o que viabiliza o acompanhamento por vocês da imprensa e o acompanhamento dos cidadãos em geral”, disse o ministro Marco Aurélio Mello a jornalistas depois da sessão plenária desta tarde.

Trechos da delação de Joesley Batista vazaram na noite de quarta-feira (17), e arrastaram o presidente Michel Temer para o centro da pior crise vivida desde o início de seu governo. Segundo Batista, Temer deu o aval para que o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) fosse comprado.

Em uma conversa gravada, o empresário informou a Temer que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ambos ficarem calados. Diante da informação, Temer teria incentivado: “Tem que manter isso, viu?”.

Fonte: metropoles.com

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

Direto de Brasília