Ministros do Supremo votam a favor de abertura de processo contra Eduardo Cunha

Apesar de ainda não estar totalmente definido, parece que Eduardo Cunha realmente se tornará réu em julgamento no Supremo Tribunal Federal sobre recebimentos de propinas relacionadas a investimentos da Petrobras. Após uma rápida sessão, seis dos onze ministros da mais alta instância da Justiça brasileira votaram favoravelmente à abertura do processo contra o presidente da Câmara dos Deputados, na tarde desta quarta-feira (2).

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Cunha, no entanto, ainda não é réu na ação, que ocorre no âmbito das investigações da Operação Lava Jato, responsável pela apuração de gigantesco esquema de corrupção instalado dentro da estatal. Isso porque somente na quinta-feira (3) os ministros deverão confirmar seus posicionamentos em relação ao processo – que ainda podem ser alterados – para que, assim, ele seja de fato aberto. Mas mostra que a tendência realmente será esta, pois o voto da maioria do STF já garante a abertura da ação.

Após uma rápida sessão, com parecer de seis dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal,

foram acatadas as denúncias por propina contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o parlamentar se tornou réu do processo que apura desvios na Petrobras investigado na Operação Lava Jato.

News Reporter
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta