Mônica Moura, esposa do marqueteiro João Santana, delata campanhas de Dilma

O articulista Lauro Jardim, do jornal O Globo, informou em seu blog que pelo o que está sendo negociado com a força-tarefa da Lava-Jato, não será só Dilma Rousseff que terá problemas com a delação premiada de Mônica Moura, mulher de João Santana.

Mônica vai esquadrinhar todas as campanhas feitas aqui e no exterior pela Polis, empresa dela e do marido. No caso do Brasil, isso significa que entrarão no escrutínio as campanhas de Lula (2006), Marta Suplicy (2008) e Fernando Haddad (2012), além, claro, das de Dilma em 2010 e 2014.

João Santana e a esposa Mônica Moura foram presos em 23 de fevereiro deste ano, acusados de esconder contas milionárias no exterior. Eles trabalharam nas últimas campanhas do PT. João Santana não fez acordo de delação, mas sua mulher vem negociando há cerca de duas semanas com procuradores da Lava-Jato.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta