Morador de rua é agredido até a morte no Campos Elíseos em Manaus

Um morador de rua, ainda não identificado, foi apedrejado até a morte nesse domingo (13), no conjunto Campos Elíseos, situado no bairro Planalto, na Zona Centro-Oeste de Manaus. A vítima ingeria bebidas alcoólicas com um homem momentos antes do crime. Os dois se desentenderam e o colega teria agredido a vítima com golpes de pedra. Um suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Amazonas. O homem confessou o crime.

O assassinato ocorreu no cruzamento das ruas México e Santiago, por volta das 23h30. Instantes antes do crime, o morador de rua foi visto bebendo cachaça com outro homem em via pública.

Testemunhas relataram à polícia que a vítima e o agressor se desentenderam e começaram a brigar. Durante a discussão, o homem passou agredir o morador de rua com uma pedra. A vítima foi atingida com várias pedradas na cabeça. O homem morreu no local depois sofrer fratura na base do crânio e traumatismo cranio-encefálico.

O morador de rua fazia trabalhos de capinador, ajudante e carregador na área. Porém, os moradores não sabiam o nome dele.

O suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Civil nas proximidades do local do crime. O homem que estava com sinais de embriaguez tentou fugir, mas foi capturado no quarteirão.

Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o homem confessou o crime e alegou que tinha sido agredido pelo morador de rua. O suspeito foi levado para o 10° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O corpo da vítima foi resgatado pelo Instituto Médico-Legal (IML), onde permanece sem identificação até manhã desta segunda-feira (14). O homem aparenta ter entre 30 e 35 anos de idade, tem um 1,65 de altura e é pardo. A vítima possui cabelos ondulados pretos e curtos, além das tatuagens “Ana Paula” braço esquerdo e uma borboleta no ombro direito.

Fonte: g1/am

News Reporter

Deixe uma resposta