Moro exige depoimentos de Renan Calheiros e Aníbal Gomes

O juiz Sergio Moro exigiu os depoimentos do deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) e do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) como testemunhas de defesa de Jorge e Bruno Luz.

Segundo o magistrado, por serem testemunhas não há como dispensá-los previamente da audiência. Moro disse que ambos podem se recusar a responder a qualquer indagação que entendam como prejudicial as suas defesas nas demais instâncias.

Titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sergio Moro é responsável pelas ações da Lava-Jato na 1ª instância. Como têm foro especial, os parlamentares só são julgados pelo Supremo Tribunal Federal.

Gomes havia pedido dispensa na última semana, com a justificativa de que “nada tem a acrescentar senão o já dito” em inquérito sobre o mesmo caso investigado pelo Supremo Tribunal Federal.

Renan fez o mesmo. Disse, através de seus advogados, que figura como investigado no Supremo Tribunal Federal pelos mesmos fatos, e que sua oitiva “poderia representar investigação por via oblíqua de seus atos”.

Jorge e Bruno Luz são acusados pela Lava-Jato de serem operadores do PMDB em desvios de dinheiro feitos na Petrobras.

As informações são do blog radar on-line / veja.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário