Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Morre Kid Vinil, 62, precursor do punk rock paulista

0

Dono de hits como Tic Tic Nervoso e A Gata Comeu, o cantor e compositor Kid Vinil faleceu nesta sexta-feira, aos 62 anos, vítima de complicações de um ataque cardíaco sofrido no mês passado.

O artista nasceu em 1955, em Cedral, cidade do interior paulista. Foi vocalista da banda Magazine, e ganhou fama como um dos precursores do punk rock paulista. Depois de alguns anos no palco, Kid Vinil foi convidado para apresentar um programa na Rádio Excelsior, batizado com seu nome. Lá, o cantor deu espaço para grupos do punk rock e pós-punk paulistas.

Entre os sucessos de Kid, estão as músicas Sou Boy, Adivinhão e Glub Glub no Clube. Além da Magazine/ Verminose, Kid Vinil também fez parte das bandas Kid Vinil e os Heróis do Brasil e Kid Vinil Xperience. Seu último álbum, Kid Vinil Xperience, foi lançado em 2014, posteriormente a um DVD ao vivo, Vinil Ao Vivo.

Vinil também fez carreira na televisão. Em 1987, o músico apresentou os programa Boca Livre (um show de talentos) e Som Pop na TV Cultura. Depois, ele migrou para Rede Bandeirantes, no comando da atração Mocidade Independente. Nos anos 2000, Kid entrou para o time de VJ’s da MTV, à frente do Lado B, que apresentava clipes de bandas estrangeiras pouco conhecidas.

Kid Vinil passou mal ao fim de um show na cidade Conselheiro Lafaiete (MG), onde foi internado com urgência. Segundo o produtor Márcio de Souza, da equipe do músico, os médicos que o atenderam no Hospital e Maternidade São José, no interior mineiro, chegaram à conclusão de que ele teve um ataque cardíaco, que reduziu a oxigenação no cérebro e levou à formação de um edema.

Sedado, Kid Vinil foi transferido na terça-feira, 18, para o Hospital da Luz, na Vila Mariana, em São Paulo, mas não resistiu às complicações.

Kid Vinil, segundo da esquerda para a direita, na banda Magazine nos anos 80, que emplacou sucessos como “Tic Tic Nervoso” (Banda Magazine/Site Oficial/Reprodução)

Fonte: veja.com

Comentários
Carregando