fbpx
Morsa afoga homem que invadiu jaula em zoológico para fazer selfie

Uma morsa afogou um empresário que invadiu a área de proteção de um zoológico da cidade de Weihai, no nordeste da China, para fazer selfies. O animal de uma tonelada arrastou o homem, identificado apenas como Jia, para seu tanque e o afogou até a morte, de acordo com a mídia local.

Um funcionário do zoológico que havia cuidado do animal por mais de 10 anos ainda se arriscou para salvar o homem, mas não conseguiu e acabou se afogando também.

De acordo com o zoológico, a morsa só queria “brincar” com os homens e dar um “abraço” neles. Ao que tudo indica, o mamífero marinho não entendeu o que estava acontecendo ao ser perturbado em seu descanso.

Apesar de o homem ter invadido o local, a família do empresário pediu uma indenização ao zoológico, fato que causou polêmica nas redes sociais chinesas. O zoo de Weihai admitiu sua responsabilidade pela morte e ofereceu 900 mil iuanes de indenização (R$ 490 mil) à família do empresário.

Internautas ficaram revoltados com a responsabilização do animal pela morte e publicaram imagens ao lado de morsas de grande porte, dizendo não terem sofrido nenhum mal.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta