Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Motorista de camionete morre preso às ferragens, próximo a Vilhena

0

Através de duas equipes (uma no local do acidente, outra no Hospital Regional de Vilhena) para onde foram encaminhadas as vítimas da colisão entre uma picape Nissan Frontier e um caminhão baú, a cerca de 40 km da cidade, por volta das 10:30h da manhã desta segunda-feira.

De acordo com uma testemunha da batida, o baú conduzido por Juliano Benedito Emílio, 31, seguia no sentido Comodoro (MT), quando o veículo bateu num buraco. Ao puxar a direção, o caminhão foi parar na pista contrária, atingiu outras crateras na BR 174 (que liga RO ao MT) e rodou, ficando atravessado no meio da estrada.

Como estava parado numa subida, o baú foi atingido em cheio para picape conduzida por Paulo Chime, de 48 anos, que vinha na direção de Vilhena. Junto com ele na caminhonete estavam o irmão, Pedro Chime, 42, e sua esposa (do motorista), Marlene Batista Costa Chime, 43. Todos seriam moradores da cidade de Novo Horizonte, que fica próximo a Rolim de Moura.

O choque entre os dois veículos foi tão violento que Paulo sofreu afundamento de crânio ao ter sua cabeça atingida pela carroceria do caminhão. Ele ficou preso às ferragens e seu corpo ainda estava sendo retirado pelos Bombeiros no momento em que a reportagem saiu do local.
Já no Hospital Regional, onde o site também acompanhou o atendimento aos feridos, a esposa e o irmão da vítima fatal apresentavam ferimentos sem gravidade. Ambos, no entanto, serão submetidos a novos exames para verificar se houve alguma lesão interna.

ESCAPARAM – Do mesmo acidente que vitimou Paulo escapou uma família que vinha em outra picape logo atrás. Quando percebeu que a Frontier havia acertado o caminhão, o condutor da S-10, identificado como Edmilson da Silva Araújo, 58, conseguiu desviar, saindo da pista.   Um carro ficou a poucos metros do outro, mas no segundo ninguém se feriu.

PLACAS – As placas da Frontier são da cidade de São José dos Pinhais, a da S-10 são de Rio Branco (AC) e as do caminhão, de Campo Grande (MS).

Fonte: FolhadoSulOnline

Comentários
Carregando