Motoristas e cobradores não aceitam propostas das empresas

Em Assembléia Geral realizada na manhã desta quarta, feira, 09/07, na sede do Sintetuperon – Sindicato dos Trabalhadores nas empresas de transporte coletivo, cobradores e motoristas rejeitaram, a proposta das empresas do ramo, que ofereceram 6,6% de reajuste salarial mais 33,33% de aumento sobre o ticket alimentação, e decidiram manter o indicativo de greve para a próxima sexta-feira, 11/07.

Para os trabalhadores do transporte coletivo, o percentual oferecido está bem abaixo dos 16% de reajuste salarial pretendido pela categoria.

Contraproposta:

Ainda conforme o dirigente da entidade, os trabalhadores elaboraram uma contraproposta que contempla, além dos reajuste salarial, 7% do índice da inflação, aumento do valor do ticket alimentação de R$ 120 para R$ 150 e a manutenção da função do cobrador, já que algumas empresas tem no motorista o desempenho desta função.

Decisão sairá às 16:30 dessa quarta-feira (09).

Fonte: rondonoticias

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta