Ministério Público

MP adere à campanha Outubro Rosa

MP adere à campanha Outubro Rosa

O Ministério Público do Estado de Rondônia aderiu pelo terceiro ano consecutivo ao movimento popular conhecido como Outubro Rosa, realizado em diversos países. Para marcar a adesão à campanha, os membros e servidores do órgão, em todo o Estado, vão usar nesse mês de outubro camisetas e laços com a logomarca da campanha. Assim como vários monumentos espalhados por todo o país, o prédio do edifício-sede da Instituição em Porto Velho ganhou uma iluminação especial na cor rosa.

Para marcar a passagem do Outubro Rosa, uma série de palestras sobre o tema está marcada para este mês. A programação será aberta oficialmente nesta quinta-feira, dia 3 de outubro, às 8h30, no auditório do edifício-sede do MPRO em Porto Velho, com palestra sobre “A Importância da Prevenção do Câncer de Mama”, ministrada pela ginecologista e professora da Faculdade São Lucas, Claudete Martins.

No dia 9 de outubro, a palestra terá como tema “A atividade Física e o Câncer de Mama”, a ser proferida pelo especialista em Fisiologia do Exercício Resistido na Saúde, Doença e Envelhecimento, Marcelo Willian Pedrosa de Souza. No dia 17 de outubro a fisioterapeuta Mei Iguchi Sato profere palestra acerca da “Reabilitação Fisioterapêutica do Paciente de Câncer”. As palestras se encerram no dia 24 de outubro, com o tema “Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Mama Feminino e Masculino”, com o ginecologista, oncologista e professor da São Lucas Carlos Maiorquin.

O nome da campanha remete ao laço cor-de-rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários Estados desenvolviam ações isoladas referentes ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

A história do Outubro Rosa remonta à última década do século 20, quando o laço cor-de-rosa foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, em 1990, sendo, desde então, promovida anualmente na cidade (www.komen.org).

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi, nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e fomentar ações voltadas à prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas as ações eram e são até hoje direcionadas à conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com pacientes curadas (de câncer de mama), partidas de boliche e etc. (www.pink-october.org).
Fonte: MP-RO

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Next article Menino de dois anos passa por cirurgia de gravidez
Previous article Envelhecer afeta tomada de decisão racional

Related posts

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia!

Você pode ser o primeiro a comentar esta postagem postar comentário!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta