fbpx
MP da Bahia confirma prisão de promotor de Justiça acusado de assédio sexual

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) confirmou, na tarde de hoje (13), a prisão do promotor de Justiça Almiro Soares Sena, que foi conduzido para o 12º Batalhão de Polícia Militar de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O mandato de prisão preventiva foi emitido, ontem (12), pelo Tribunal de Justiça da Bahia, a pedido do MP-BA.

Almiro Sena foi preso na noite de ontem (12), no mesmo dia em que foi publicado o mandado de prisão contra ele. Segundo informações do MP-BA, o mandado foi cumprido após audiência na 10ª Vara Criminal de Salvador, onde foram ouvidas testemunhas de defesa do promotor. Ele é acusado de cometer crimes de assédio sexual contra servidoras, durante o período em que era titular da Secretaria de Justiça da Bahia, em 2014.

O decreto de prisão foi expedido pelo desembargador Mário Alberto Hirs, que considerou a medida “necessária e adequada para assegurar a efetividade da sanção eventualmente aplicada”. Outro ponto considerado pelo magistrado na decisão foi o fato de réu ter “recursos intelectuais e financeiros” para uma eventual fuga.

Defesa

Em nota divulgada ontem, a defesa do promotor Almiro Sena considerou a prisão preventiva “desnecessária” e disse que o acusado sempre se mostrou colaborativo, mas que não recebeu a intimação de maio deste ano, porque estava de férias “concedidas pelo Ministério Público” e havia se afastado de sua residência.

Além disso, a defesa alegou que Sena já havia confirmado presença na audiência agendada para hoje (12), “a evidenciar que jamais esteve ou estará foragido”.

Fonte: agenciabrasil

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta