fbpx
MP denuncia pai e vizinhos que estupravam quatros crianças na Bahia

As vítimas são filhas, enteada e sobrinha de um dos denunciados, que sabia e concordava com os estupros. Ele também cometeu o crime por anos

O Ministério Público do Estado da Bahia denunciou Gutemberg Silva Marques, Cosme Bandeira Castro, Damião Bandeira Castro e José Antônio dos Santos  à Justiça pelo estupro de quatro crianças na cidade de Camacan, no interior do Estado. Eles tiveram o pedido de prisão preventiva cumprido no dia 6 de junho e foram encaminhados para a cidade de Pau Brasil, já que a delegacia de Camacan não possui carceragem.

As vítimas de 7, 8, 11 e 13 anos são filhas, enteada e sobrinha de um dos denunciados, Gutemberg Marques. Segundo a denúncia, feita pela promotora de Justiça Catharine Rodrigues Cunha, ele manteve relação sexual com as filhas e a enteada. Desde que uma das filhas tinha 5 anos e a sobrinha tinha 10, ele praticava atos libidinosos contra elas. Já a enteada é vítima dele, pelo menos, desde 2015.

Ainda de acordo com o Ministério Público, Gutemberg oferecia bala, pipoca e dinheiro às meninas e cometia os crimes contra a vontade delas. Os crimes aconteciam na própria casa dele, onde Cosme Castro e Damião Castro também cometeram, por diversas vezes, abusos contra as quatro crianças.

O documento apresentado à Justiça detalha também que José Antônio cometeu o mesmo crime, chegando a dormir na casa de Gutemberg. Ele sabia dos abusos e concordava com os atos. Na época, segundo o MP, a mãe das crianças quem procurou a polícia para fazer a denúncia dos estupros depois de ouvir de uma vizinha os relatos dos abusos. As crianças permanecem sob os cuidados da mãe e o Conselho Tutelar está acompanhando as vítimas.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta