MP e PM investigam denúncia de favorecimento em ingresso no colégio Tiradentes

O Ministério Público do Estado de Rondônia e a corregedoria da Polícia Militar estão investigando um suposto favorecimento no ingresso de estudantes no Colégio Tiradentes, mantido pela Polícia Militar do Estado.

A mãe de um aluno, que teria sido aprovado em oitavo lugar é a responsável pela denúncia. Segundo ela, seu filho não foi chamado mesmo tendo ficado entre os 10 primeiros classificados e a direção da escola teria chamado a 198ª colocada.

A corregedoria da PM instaurou sindicância para averiguar se houve alguma ação de favorecimento ou corrupção no procedimento do processo de seleção de novos estudantes. O inquérito investiga que pelo menos 13 alunos teriam sido beneficiados com a fraude no processo, tanto no sorteio quanto na seleção.

O jornalista Paulo Andreoli, do Rondoniaovivo, informou em artigo que o inquérito investigatório teria iniciado em abril e deveria ter sido concluído em maio, mas a investigação estaria “a passo de tartaruga” pois estaria sofrendo interferência política.

Na semana passada, PAINEL POLÍTICO revelou que está em andamento outra denúncia envolvendo chamamento de aprovados em concurso público que foi protocolada no Ministério Público do Estado e envolve o deputado estadual Jesuíno Boabaid.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta