MP encontra camarão e bolinho de bacalhau na cadeia onde estão os presos da Lava Jato no RJ

O Ministério Público fluminense apreendeu, nesta sexta-feira (24), vários quitutes na cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte. Lá estão presos os ex-governadores Antonhy Garotinho e Sérgio Cabral, além do presidente afastado da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, e os deputados também afastados Paulo Melo e Edson Albertassi, do PMDB.

As imagens das apreensões foram obtidas com exclusividade pela GloboNews. Nas fotos, as embalagens aparecem marcadas com o nome de Cabral na tampa. Os promotores encontraram os alimentos ensacados em tonéis. Já refrigerantes e iogurtes estavam em baldes de gelo para serem conservados.

Quitutes mais refinados, como camarão e bolinho de bacalhau também estavam no farnel. Há uma resolução da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) que proíbe a entrada de produtos sem que sejam industrializados dentro das cadeias do estado.

Por isso, o MPE vai comunicar o caso ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. O magistrado é o responsável pelos processos da Lava Jato no estado. Todos os alimentos irregulares foram apreendidos. A operação foi realizada pela Coordenadoria de Segurança e Inteligência do MP.

Na cela de Cabral, promotores encontraram farnel com nome do ex-governador (Foto: Divulgação MP-RJ)
 Fonte: g1
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta