Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

MP investiga possível enriquecimento ilícito de diretor do DER/RO

0
O Ministério Público de Rondônia – MP através da Promotoria de Justiça da Comarca de Jaru abriu investigação sobre a suspeita de enriquecimento ilícito do diretor executivo do DER/RO Senhor Rodrigo Tadeu Cordeiro Viana.

Com a investigação, o Ministério Público quer saber se o patrimônio do diretor Rodrigo Tadeu tido como homem de confiança do então diretor geral do DER/RO e agora deputado federal Lúcio Mosquini (PMDB), que foi preso durante a Operação Ludus deflagrada pelo MP/RO no dia 03 de Dezembro de 2014, aumentou graças algum esquema de propina que envolva o órgão estadual que cuida das obras públicas no tocante a estradas. Fortes indícios atestam para uma evolução patrimonial incompatível com os rendimentos recebidos pelo diretor do DER/RO.

Em 2011, a Coluna Painel Político revelou que Rodrigo Tadeu havia assediado uma servidora comissionada do DER, ele pressionou a vítima a manter relações sexuais com ele em troca da permanência no emprego. Como ela recusou, foi exonerada. Lúcio Mosquini, então diretor do DER, mesmo com provas, manteve Rodrigo Tadeu no cargo. RELEMBRE CLICANDO AQUI!

EXTRATO DE INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO
PORTARIA de ICP n. 017/2015 – 2ª PJ/JA
Feito nº 2014001010026173
Inquérito Civil Público – ICP 2ª Promotoria de Justiça de Jaru – Titularidade Única
Data de instauração: 30 de janeiro de 2015
Objeto: Apurar suposta prática de ato de improbidade administrativa consistente em enriquecimento ilícito em razão de evolução patrimonial incompatível com os rendimentos do cargo que ocupa na Administração Pública.
Representante: William Capistrano
Representado: Rodrigo Tadeu Cordeiro Viana – Diretor Executivo do DER
Promotor: Dr. Roosevelt Queiroz Costa Júnior

Com informações do Ouro Preto On Line

Comentários
Carregando