Mudança no Apple Music pode acabar com streaming grátis

Empresa estuda alterar pagamento por direitos autorais atualmente praticados pelo serviço de transmissão de música

Serviços de streming gratuito de música, como Spotify e Pandora, podem deixar de existir se a Apple aprovar uma mudança no sistema de pagamento de diretos autorais aos artistas. Segundo informações do jornal The New York Times, a empresa propôs pagar valor fixo de US$ 0,09 para cada cem músicas executadas pela Apple Music.

Vantajosa para a comunidade artística, a medida pode acabar afastando artistas de serviços de streaming que oferecem planos gratuitos e que se sustentam por meio de publicidade.

O jornal avalia que, caso a medida seja aprovada, a decisão pode afetar também o YouTube, já que o site é um dos maiores provedores de streaming gratuitos de músicas e vídeos com direitos reservados. Ou seja, pode ser que o site tenha, também, de cobrar assinatura dos usuários para conseguir arcar com os custos dos direitos autoriais.

O órgão que determina as regras sobre royalties ainda vão avaliar a questão. Caso as mudanças sejam aprovadas, o novo plano deve começar em 2018.

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta