Mulher confessa que matou marido com machado e jogou corpo em cisterna

Filho mais velho e ex-companheiro teriam ajudado a suspeita a se livrar do corpo

Uma dona de casa de 44 anos foi presa no sábado (3) sob suspeita de matar o marido, Francisco das Chagas, de 41 anos, com um golpe de machado em Santo Antônio de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. O filho dela, de 27, e o ex-companheiro, de 57, também foram detidos por supostamente terem ajudado a mulher a jogar o corpo da vítima numa cisterna de uma fazenda.

O cabo da PM Rafael Vitor contou ao ‘G1’ que o crime foi descoberto depois que a mãe da vítima foi visitá-la, pois o filho não dava notícias desde o final de dezembro do ano passado. A suspeita do crime criou uma versão para a sogra, outra para a polícia e uma terceira para a empresa onde ele trabalhava.

“Diante da contradição, ela foi questionada e acabou confessando que matou o homem durante uma briga. Deu uma machadada na cabeça dele, e quando viu que tinha morrido, colocou ele na garagem de casa e mais de 24h depois chamou o ex e o filho para, juntos, desovarem o corpo na cisterna de uma fazenda”, contou o PM.

Ainda de acordo com o agente, o caminhoneiro e a mulher se desentenderam logo que ele chegou do trabalho. No meio da discussão, ela o atingiu com um machado.

“Ela confessou que pegou o corpo, arrastou e colocou sentado em uma cadeira, enquanto pensava em como se ver livre. A vítima foi enrolada em uma lona, no dia seguinte, e foi levada pelos três até uma casa abandonada, na zona rural da cidade, onde o jogaram nesta cisterna”, revelou o PM.

Após a confissão, a polícia foi até o local indicado e localizou o corpo. Bombeiros realizaram a remoção do corpo e levaram-no para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia. A Polícia Técnico-Científica fez a perícia do local.

O crime ocorreu no dia 2 de dezembro. O trio foi preso mais de um mês depois na casa em que a mulher, a vítima e dois filhos pequenos moravam.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Participe do debate. Deixe seu comentário