Mulher é presa ao chamar sargento da PM de “negão”; assista

Mulher discutiu com PM ao defender o filho, preso por dirigir embriagado

Uma mulher foi presa em Campo Mourão, na região centro-oeste do Paraná, por cometer injúria racial contra um policial militar. O caso aconteceu na tarde de domingo (25), quando a mulher tentava defender o filho, que foi pego por dirigir embriagado, segundo a Polícia Civil.

Segundo a polícia, o filho da mulher estava fazendo manobras perigosas no centro da cidade, na Avenida Irmãos Pereira, quando perdeu o controle do carro e bateu em uma padaria, que estava fechada. Os policiais chegaram ao local e, em seguida, a mãe do rapaz.

A mulher acabou discutindo e ofendendo um dos policiais, que é negro. A mulher foi presa em flagrante por injúria racial e o filho por embriaguez ao volante e desacato.

Segundo a Polícia Civil, os dois continuam presos. O caso agora segue para análise do Ministério Público do Paraná e do poder Judiciário.

O delegado de Campo Mourão, João Paulo Lauandos informou que foi arbitrada uma fiança para a mulher. “Pode ser que ela saia até mesmo antes da apreciação judicial, caso recolha a fiança. Já no caso dele [do filho dela], não. Vai ter que aguardar o provimento do juiz”, explicou.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário