• Homepage
  • >
  • Rondônia
  • >
  • Mulher invade agência e ameaça atear fogo em funcionários da Caixa em RO

Mulher invade agência e ameaça atear fogo em funcionários da Caixa em RO

Mulher invade agência e ameaça atear fogo em funcionários da Caixa em RO

Mulher entrou no estabelecimento com álcool e fósforos escondidos na bolsa. Após ser detida por seguranças, suspeita foi presa e levada para a delegacia da PF.

Uma mulher de 48 anos foi presa na segunda-feira (17) em Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho, após invadir a agência da Caixa com um litro de álcool e fósforo e ameaçar atear fogo nos funcionários e caixas de atendimento. O crime aconteceu na agência situada na Avenida Doutor Mendonça Lima, no Bairro Almirante Tamandaré. A suspeita foi imobilizada pelos seguranças até a chegada da Polícia Militar (PM).
Procurado pelo G1 na tarde desta terça-feira (18), o gerente geral da agência no município, Gilliard Rodrigo de Lima, não quis gravar entrevista, mas relatou com detalhes que os clientes e todos os funcionários ficaram bastante assustados com a atitude da mulher. Além disso, classificou o fato como atípico e fora do padrão.
Segundo Gilliard, a suspeita estava com o litro de álcool e uma caixa de fósforos na mão e ameaçava atear fogo dentro do estabelecimento e nos trabalhadores, mas um vigilante foi mais rápido e conseguiu segurá-la.
De acordo com o boletim de ocorrência, o gerente da agência ligou para a central de operações e denunciou que uma suposta cliente estaria ameaçando atear fogo no prédio e funcionários. No local, várias testemunhas disseram aos policiais que a mulher tentou entrar na agência várias vezes, mas não conseguiu porque a porta giratória travava acusando a presença de objetos de metal dentro da bolsa.
Os vigilantes orientaram a cliente para deixar os objetos no compartimento ao lado da porta. Ao entrar, a mulher ficou exaltada e tirou de dentro da bolsa um litro de álcool e fósforos, afirmando que atearia fogo nos caixas de atendimento e nos funcionários, quando foi detida pelos seguranças.

Mesmo com a chegada dos PMs, a cliente continuou exaltada, recebeu voz de prisão e foi algemada para proteção da própria integridade física e da guarnição. Após ser detida, a suspeita foi conduzida para a delegacia da Polícia Federal (PF).

O G1 entrou em contato com a PF por telefone. O delegado Matheus Arcas, que atendeu a ocorrência, informou que a mulher foi ouvida e liberada em seguida.
Fonte: g1/ro
Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Deixe uma resposta

Direto de Brasília