• Homepage
  • >
  • Brasil
  • >
  • Mulher morta por não pagar o aluguel estava grávida

Mulher morta por não pagar o aluguel estava grávida

Um casal foi morto a tiros dentro de casa em São Roque, cidade a 55 km de São Paulo. A mulher estava grávida de três meses. Segundo a polícia, o crime foi cometido pelo dono do imóvel que ficou irritado com o atraso do aluguel.

A população ficou revoltada com o crime, queimou o carro do suspeito e invadiu a casa dele. Alessandra de Oliveira, de 29 anos, e o marido, Samuel Teixeira da Silva, de 35 anos, foram assassinados a tiros dentro de casa. O casal tinha quatro filhos.

O suspeito mora casa ao lado do imóvel onde moravam as vítimas. Dias antes, eles teriam discutido por causa do aluguel atrasado, como conta o vizinho Silvano Felizardo.

As vítimas estavam dormindo quando o suspeito chegou e arrombou a porta. Ele entrou e atirou no casal que estava no quarto. Os quatro filhos das vítimas estavam na casa da avó.

Os familiares contaram que o casal devia três meses de aluguel. Para quitar a dívida, Silva chegou a trabalhar como pedreiro para o dono da casa, com conta o irmão da vítima, Wilson Santos.

— Tirar duas vidas, de um pai de família, por causa de R$ 300.

A vizinha Zuleide da Silva disse que o casal estava endividado por causa da construção da casa própria.

— Por enquanto, ele não tinha condições de pagar o aluguel. A gente até comentou com a mulher dele: “Por que ele não pede pra esperar um pouco?”

Logo depois do crime, o suspeito fugiu do local com a mulher e os filhos. A polícia não tem pistas do assassino.

 

Fonte: R7

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília