Mulher vai à delegacia registrar furto e é presa pela morte do ex-namorado, no PR

Uma mulher foi até a Delegacia de Paranavaí, no noroeste do Paraná para registrar um furto, na madrugada desta sexta-feira (15), e acabou presa pela morte do ex-namorado, segundo a Polícia Civil.

Ela chegou na delegacia por volta de 1h30, e o policial de plantão encontrou um mandado de prisão em aberto contra ela, expedido no fim de novembro.

Ainda de acordo com a polícia, a mulher foi condenada pela Justiça pela morte de um ex-namorado com que teve um filho.

O crime aconteceu em Cornélio Procópio, no norte do estado, em novembro de 2013. Segundo a acusação, ela foi até a sapataria onde o ex-namorado trabalhava, jogou tíner no corpo dele e, com uma vela acesa, ateou fogo. O homem chegou a ficar internado, mas morreu no hospital.

Conforme a polícia, a mulher foi condenada pelo júri popular, mas tinha recorrido da decisão e aguardou o julgamento do recurso em liberdade. Nesse tempo, ela se mudou para Paranavaí.

Neste ano, o recurso foi negado e um mandado de prisão foi expedido contra ela. A mulher deve cumprir 18 anos de prisão pelo homicídio, segundo a polícia.

Fonte: g1

 

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário