Musa de clube de futebol de Pelotas é presa em operação da Polícia Civil no RS

In Polícia
Musa de clube de futebol de Pelotas é presa em operação da Polícia Civil no RS

Crimes combatidos são tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e roubo.
Segunda fase da operação ocorreu nesta quarta (15) com dez presos.

Após os mandados de uma operação da Polícia Civil contra tráfico de drogas, roubo e lavagem de dinheiro terem sido cumpridos na manhã desta quarta-feira (15) em Pelotas, uma das suspeitas que já era considerada foragida acabou sendo localizada e presa em Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ela foi musa de um clube de futebol em 2016.

Daiana Freitas, 28 anos, foi surpreendida por policiais na saída da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Segundo a Polícia Civil, ele fazia visita íntima ao companheiro, que foi preso na primeira fase da operação, em novembro do ano passado.

O G1 ainda não conseguiu localizar a defesa de Daiana. A polícia ainda não sabe se ela terá um advogado para acompanhá-la na delegacia. Ela ainda não foi ouvida formalmente. A prisão é temporária, por cinco dias, e pode ser renovada por mais cinco.

A mulher, que representou como musa o clube Brasil de Pelotas no Campeonato Gaúcho, será levada para a cidade da Região Sul do estado, que é onde ela reside, e onde prestará depoimento. Depois, conforme a polícia, será encaminhada a um presídio.

Em nota, a assessoria de imprensa do clube gaúcho diz que “a menina presa, como foi eleita musa do Brasil no ano passado, não tem nenhum tipo de vínculo com o clube. Inclusive, já foi realizado o concurso de 2017 e já há uma nova musa.”

Conforme o delegado Rafael Lopes, ela foi presa por participar de uma organização criminosa e atuar na lavagem de dinheiro lícito.

Segundo Lopes, os criminosos investiam o dinheiro de roubos e tráfico de drogas em empresas, imóveis e veículos através de pessoas que não eram do grupo, conhecidos como laranjas. “Eles até alugam os imóveis para gerar mais renda e esquentar o dinheiro das práticas criminosas”, relata.

Na operação deflagrada nesta quarta, dez pessoas foram presas. Outras oito foram presas na fase anterior. Ainda há dois foragidos, já que eram 12 mandados de prisão a serem cumpridos. Outros 11 mandados eram de busca e apreensão. Foram apreendidos dois veículos e celulares.

No total, segundo a Polícia Civil, 45 pessoas foram indiciadas pela prática de crimes como lavagem de dinheiro, organização criminosa, roubo e tráfico de drogas.

Além disso, foram sequestrados 14 imóveis, e nove veículos foram apreendidos.
Cerca de 60 policiais da região participaram da operação. Os presos foram conduzidos à delegacia para depoimento e, depois, seriam encaminhados ao sistema prisional. As buscas aos foragidos continuam.

Fonte: g1.com

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

PF cumpre mandados em Curitiba e Rio em nova fase da Lava Jato

PF cumpre mandados em Curitiba e Rio em nova fase da Lava Jato

Espalhe essa informação Mandados foram expedidos pelo juiz Sérgio Moro e incluem ao menos um pedido de prisão no

Read More...

Coluna – Terceirização vai evitar casos como o do “chefe da xerox”, que ganha salário de R$ 32 mil

Espalhe essa informação E ainda, justiça deixa mulher de Cabral solta porque ela tem “dois filhos menores”. Reforma da

Read More...

Como sem-teto superou 9 overdoses e se transformou em magnata

Espalhe essa informação Khalil Rafati deu volta por cima após mergulhar no trabalho – e montou império de comida

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu