Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Na berlinda com Dunga, David Luiz diz que não “vende imagem”

0

Anunciado pelo Paris Saint-Germain desde antes da Copa do Mundo, o brasileiro David Luiz foi apresentado no clube na manhã desta quinta-feira e, além da nova equipe, falou sobre o novo treinador da Seleção Brasileira, Dunga. De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, o zagueiro não goza de grande prestígio junto ao capitão do tetra e deve ser deixado de fora das suas primeiras convocações.

Questionado sobre uma polêmica declaração dada pelo comandante em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, nas últimas semanas, David Luiz preferiu não entrar em polêmicas. Porém, também não deixou passá-la totalmente batida – após pergunta sobre o zagueiro, Dunga fez críticas ao marketing pessoal realizado por atletas, afirmando que eles devem ser convocados por eficiência, e não por imagem.

“A pergunta (ao Dunga) foi direcionada, mas ele não falou meu nome especificamente. E concordo com ele, sempre foi assim. Temos que mostrar competência e trabalho principalmente dentro do campo. E as demais coisas que você puder fazer são sempre bem-vindas também. Eu nunca vendi uma imagem, sempre fui eu. Gosto de passar aquilo que sou. Não me faço de bom moço ou bad boy para que as pessoas gostem de mim”, afirmou David Luiz.

“Tenho minha opinião própria. E o Dunga falou o que é natural para um treinador de futebol. O que um técnico quer? Onze jogadores que mostrem o seu melhor em campo. E se o extra-campo que aconteceu de bom para mim nesse Mundial puder ser adicionado, e não representar o primordial, será sempre bem-vindo. Eu gosto muito de ser acarinhado”, acrescentou.

Quem também foi rebatido, desta vez com mais veemência, foi José Mourinho, ex-treinador de David Luiz no Chelsea. O português disse recenetemente que o brasileiro não faria falta à equipe londrina. “Se ele falasse que ia sentir minha falta, ia se contradizer, pois ele escolheu minha saída, foi a favor também”, declarou David.

“Eu escuto agora meu treinador, não o Mourinho. Ele é meu ex-treinador. O que importa para mim são as palavras e os conselhos do (Laurent) Blanc. Mourinho e Chelsea são passado. Fui muito feliz lá, mas faz parte do passado. Agora é olhar para o presente, que está sorrindo para mim”, concluiu.

Se foi “alfinetado” por Mourinho e Dunga, David por outro lado recebeu elogios de seu novo “chefe”, o empresário catari Nasser Al-Khleaifi, dono do PSG. “É um dos melhores zagueiros do mundo. Também gosto do homem. É muito gentil com todos e isto é bom par a equipe. Precisamos de pessoas que tenham espírito de equipe e ele tem todas as qualidades”, declarou o dirigente.

Fonte: Terra

Comentários
Carregando