Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Na CCJ o deputado Expedito Netto vota contrario ao parecer favorável a Cunha

0

A quinta feira (14) foi bastante movimentada para os parlamentares que compõem a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) com a votação do parecer do relatório do deputado Ronaldo Fonseca (PROS), cujo texto recomendava que fosse anulada a votação favorável a cassação no processo de Eduardo Cunha (PMDB) no Conselho de Ética. O deputado Expedito Netto (PSD) que desde o inicio teve um posicionamento contrário as “manobras políticas” do então ex-presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, comemorou bastante o resultado de 48 votos a favor da rejeição do parecer contra 12 contrários.

Segundo o deputado ele nunca concordou com as atitudes do deputado Eduardo Cunha enquanto esteve à frente da presidência da casa, por várias vezes manifestou sua indignação contra as atitudes do parlamentar. Durante a votação para o “Impeachment” da Presidente Dilma ao manifestar o seu voto pelo afastamento o deputado Expedito Netto expôs o seu descontentamento com as atitudes de Eduardo Cunha. “Hoje estamos votando o afastamento da Presidente Dilma, e amanhã estaremos votando o seu, e pode ter certeza que votarei da mesma forma que estou votando hoje, respeitando o povo rondoniense e o povo brasileiro”. A promessa feita pelo deputado Expedito Netto começou a ser cumprida nessa quinta feira ao dar o seu voto contrario ao recurso contra o processo de cassação do mandato do ex-presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha.

Após o resultado da votação nesta quinta feira a ação segue agora para ser decidido no Plenário da Câmara com votação sem data definida ainda. “A votação agora segue para o Plenário da Casa e deve ser analisado após a volta do recesso parlamentar que acontece apenas no mês de Agosto”. Afirmou Expedito Netto que tem recebido o apoio da população de Rondônia através de manifestações nas redes sociais parabenizando o posicionamento firme que o jovem deputado Expedito Netto tem demonstrado durante os debates e as votações no Congresso.

Comentários
Carregando