Na íntegra, a delação premiada de Delcídio do Amaral

O senador concordou em devolver R$ 1,5 milhão aos cofres públicos

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do processo da Operação Lava Jato, homologou na segunda-feira 14 o acordo de delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), firmado com a Procuradoria-Geral da República (PGR) para colaborar com as investigações sobre o esquema de corrupção na Petrobras.

Delcídio do Amaral, então líder do governo no Senado, foi preso no dia 25 de novembro do ano passado depois que Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró, ex-diretor da área Internacional da Petrobras, entregou ao Ministério Público o áudio de uma reunião na qual Delcídio propunha o pagamento de 50 mil reais por mês à família Cerveró e um plano de fuga para o ex-diretor deixar o País.

O senador garantia ainda que poderia interferir junto a alguns ministros do Supremo para conseguir um habeas corpus para Nestor Cerveró.

Leia AQUI íntegra da delação de Delcídio do Amaral.

 

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta